25 de outubro de 2006

Balada da Balada Literária

Da Balada Literária eu só peguei a balada. Literatura zero: não vi nenhuma mesa, nenhum livro, nenhum piti de poeta. Mas quem pode falar com conhecimento de causa são o Peixe de Aquário e o Fotón; já a mim só cabe difamar o filme alheio com a minha lente.

Sábado à noite? Que sábado à noite?...

escadinha

como sinuqueiros dão mesmo é pra poeta

"ra-ra-ra, Bagathielasch vai ficar!"

muvuca

sim, HA existe

Copan? que Copan?

4 comentários:

Carol M. disse...

A Balada estava jóia, hein? Precisamos marcar mais coisas assim. E que venham mais palíndromos...*rs

Besos!

ana rüsche disse...

finalmente consegui ver tuas fotos! ficaram bem engraçadas! - vc precisa baixar um programinha do Acrobat (é de graça) para tirar esses olhos vermelhos. Gostei da da muvuca, mó galera em um pouquinho de espaço.

beijinhos todos

Anônimo disse...

Tá na hora de atualizar esse blog!
Abraços!
Paulo M

Fábio Aristimunho disse...

Ana, eu queria memso é um contador! Depois me explica direitinho, e se possível faz um desenho...

Valeu pelo toque, Paulo M, será devidamente acatado.

B/A